30 março 2009

As pessoas e os seus Gostos

Já alguma vez pensaram de onde vieram os vossos gostos e de como os adquiriram?
Ás vezes dou por mim a pensar como é que descobri e passei a gostar de certos músicos e géneros de música, mas nem eu própria o percebo.
Muitas das vezes somos influenciados pelos amigos, pela televisão, anúncios…ou pelos famíliares (?)
Bem, passo a explicar a parte dos “familiares”.
Quando eu era pequena, tinha prái os meus 3 ou 4 aninhos, os meus ídolos eram os meus irmãos, e ainda o são.
O estilo da minha irmã fascinava-me por completo, ela era aquela típica Universitaria.
Andava sempre com aquela ar descontraído, tinha montes de amigos, ia a montes de concertos e festivais, andava sempre a passear, adorava viajar e fazer esse tipo de coisas, e também adorava levar-me para todo o lado!
Eu agradecia e ia sempre com ela. Era uma animação! Então quando ela me levava para a Universidade e me apresentava aos seus amigos eu adorava pavonear-me.
Punha sempre um arzinho de criancinha adorável e toda a gente me achava um mimo!
Depois tinha a mania que já conhecia as pessoas! Vi-a as amigas da minha irmã na Rua e fazia uma festa!
“ – Olha a Tânia!”, “ – Olha a Patrícia!”…e então nas festas de aniversário? Era o centro das atenções.
Toda a gente me chamava e me pedia para fazer algo especificamente meu que adoravam ver…
”- Silvaninha, faz lá o beicinho!”; “ - Oh Silvaninha, dança lá para nós vermos”…pediam-me isto e mais aquilo, e depois como eu tinha o rei na barriga, cruzava os bracinhos com capricho e ficava amuada, mal eu sabia que até o meu amuo eles gostavam de ver! (Até tenho fotos que comprovam isso!)
Com o meu irmão era a mesma coisa.
Cada vez que ai algum amigo lá a casa, adoravam brincar comigo, pegar-me ao colo e coisas desses género.
Eu adooo-ra-va aquilo!!!
Até hoje quando os vejo eles me dizem: “ - Estás tão grande! Eu peguei em ti quando eras pequenina…”
Eu ficava super vermelha e desviava o olhar para o chão, era um embaraço de todo o tamanho.
Bem, é isto que é ser a irmãzinha mais novinha, e não me queixo!
Depois á medida que fui crescendo passei a querer “imitá-los”.
Adorava ir ao quarto deles e remexer tudo…CDS, roupa, posters, cadernos…tudinho!
A minha irmã andava sempre a balançar a cabeça e a cantarolar algo que gostava.
Muitas das vezes quando íamos passear e ela punha Alanis Morissette ou Skank Anansie, eu de tanto ouvir aquilo já sabia o refrão e púnhamo-nos a cantar em coro.
Comecei a gostar dos tipos de música que ela ouvia e fui ganhando os meus próprios gostos.
Acho que hoje em dia gosto do que gosto devido, em parte, á minha irmã :D
A minha irmã tem um gosto musical autêntico!
Ela tem uns horizontes músicas incríveis!
Cada vez que me ponho a remexer nos seus CDS encontro sempre cantores, bandas e músicas que nem fazia ideia que existissem!
Descobresse de tudo na estante dela.
Coisas genuínas e nada comerciais conjuntamente com coisas populares e conhecidas.
Desde Tom Waits, Björk, Caetano Veloso, Flaming Lips, Adriana Calcanhoto, Kings of Convenience, The Corrs, Bebel Gilberto, Enya, The Cranberries, The Verve, e muito mais que já nem me lembro.
Pego nos CDS, vejo as canções e ponho sempre a tocar.
Ela tem de tudo...desde bandas e cantores de diferentes países a coisas que todos nós já ouvimos... Scissor Sisters, Goldfrapp, White Stripes, Gorillaz, Jack Johnson, Jamiroquai, Radiohead, Oasis, Keane, ...
Meto um CD que não conheço e fico sempre deslumbrada...encontro sempre um som diferente, um som que me fascina e me transporta para outra dimensão!
Com ela, eu alarguei os meus gostos musicas e passei a dar mais valor á música.
Porque a música faz parte da nossa vida…dá-nos animação e cultiva-nos.


Recordações:


Eu e a minha Maninha



O meu Maninho e eu!

11 comentários:

Lizzie disse...

Eu percebo bem isso. Também sou a mais nova e também tenho um irmão e uma irmã. Costumava brincar com os seus respectivos amigos, sair com eles e tudo mais. Em termos musicais sempre me identifiquei mais com o meu irmão. Ele sim, sempre ouviu de tudo um pouco. Desde as bandas mais conhecidas às que só prestando atenção ao mundo underground é que se encontra. No Verão passado, o meu irmão casou-se e eu andava sempre com os amigos dele de trás para a frente e foi algo engraçadíssimo, tipo um regresso à minha infância. Gostei muito.

Eu sinto-me influenciada por tudo. Os meus gostos musicais advem de tudo; umas situações mais e outras menos relevantes. Por exemplo, os meus amigos não me influenciam assim muito, até porque os meus melhores amigos não ouvem quase nada de jeito! hahaha. Entretanto, minha situação emocional é deveras importante. Não me refiro a "ah estou chateada, deixa-me ouvir algo para largar o stress" refiro-me sim a algo mais forte que não sei explicar muito bem.

Por acaso ainda hoje pensei precisamente na pergunta do inicío do post. Estava a ver a minha biblioteca no lastfm e pensava "Bem, tu és mesmo instável.. musicalmente". Mas depois vou ver quando andei a ouvir um certo estilo musical e consigo associar quase automaticamente ao meu estado de espírito da altura. Quando nós vivemos um conjunto de experiências, temos tendência a associar algo... Uma imagem, uma música, ou até mesmo um filme. Portanto digo-te que o meu gosto musical tem a ver com o meu dia a dia, com a minha alma, e talvez com a minha personalidade; até porque há quem siga os gostos dos outros e há quem procure o seu próprio estilo (como eu).

Enaa escrevi demais, já não digo mais nada :|

AnaLuísa disse...

senti-me muito neste texto ! muito do que sou devo-o ao meu irmão. ele é o meu melhor amigo :'D *

coloredleaves» disse...

Está lindissimo, este texto. O meu irmão é mais velho do que eu e protege-me muito, dá-me os melhores conselhos é o meu segundo heroi!
As férias são merecidas para toda a gente, a rotina cansa mesmo.
Tens algum site de fotografia?
A tua música também é linda(:

Lizzie disse...

Eu não acho que os meus oiçam muita música comercial. Até porque nem há muito mal em ser comercial.
Fico contente por teres gostado do comentário x) É bom sinal até! :D

Quanto ao lastfm... Tu já tinhas visto no meu blog e já tinhas pedido para adicionar 8D

coloredleaves» disse...

nada de jeito???o teu deviantART é lindissimo. Tens fotografias mesmo fofinhas, mesmo lindas. Que jeitaçoooo.
Eu tenho, wwww.olhares.com/Ganz. O meu é que não tem nada de jeito --'

Lizzie disse...

Fogo nem te digo nada, é que é um enjoo do caraças. Às vezes pergunto-me como é que as pessoas conseguem ter a lata que têm. Há com cada coisa por aí que até mete dó. E acabo sempre a pensar na By Myself dos Linkin Park quando o Mike diz "Do I trust some and get fooled by phoniness, or do I trust nobody and live in loneliness?" Sabes, tenho isto escrito na parede do meu quarto XD juntamente com outras coisas, mas pronto.

coloredleaves» disse...

:$, tu também és muito simpatica. Eu adoro a cor das tuas fotografias, não é excessiva mas é simples adorei mesmo.
Obrigada*

um mundo. disse...

boa perspectiva do "cenário" (: e é exactamente assim que eu penso!

confesso que não li porque já estou com sono mas prometo que amanhã leio e comento outra vez ^^

obrigado pela visita no zero-horas. vou ser seguidor do teu :D

beijinho, simpatia *

coloredleaves» disse...

Obrigada :D
Tu já fazes partes dos meus "escritores «online»" :D

coloredleaves» disse...

Muitoo obrigada, igualmente querida!
Beijinhos*

Lizzie disse...

Acredita que não é bem assim =X
é precisamente o oposto... Eu detesto, mas por gostar tanto da pessoa é que tento n dar importância, mas se não desse mesmo, não teria escrito sobre isso, né? =XX