04 julho 2010

O inconsciente chama por mim I

(O encerrar de um capítulo.)


"No matter what happens now, you shouldn't be afraid."
Radiohead - Videotape.

Ela queria largar tudo, pegar nas coisas e apanhar um avião. Foi o que fez.

Sem pensar duas vezes, agarrou em algumas peças de roupa e pôs na mala, pegou em 50 euros e meteu no bolso e o próximo passo seria dirigir-se ao aeroporto e desaparecer.

Precisava de um tempo só para ela e as suas ideias.

Longe da família, dos amigos…e dele.

Esperou a vida inteira por aquilo.

Andava a adiar, a esconder-se debaixo de um mundo de fantasia e conto-de-fadas, tinha sido cobarde, mas agora, finalmente, tinha ganho coragem suficiente.

Era a parte mais inconsciente da sua mente que alimentava todo aquele sonho.

Tinha sido demasiado hesitante, tentou esconder aqueles pensamentos e pensar que era feliz assim, mas iludia-se.

Cada dia que passava sentia-se cada vez mais encurralada, cada vez mais frustrada e sem saída.

Aquela não era a vida que ela sempre tinha idealizado, muito pelo contrário, estava-se a tornar um verdadeiro fracasso.

Tinha chegado o seu grande dia, aquele dia pela qual tinha esperado e sonhado uma vida inteira.

Estava ali para fazer renascer aquela fantasia enjaulada no calabouço do medo.

Para ela, a vida não era feita de meras coisas, trivialidades e convencionalismos, para ela a vida era muito mais que isso.

Não queria saber o que iriam pensar ou dizer, claro que a iriam encarar como sendo uma sonhadora e desvairada, cheia de ilusões e ideias loucas, mas isso é que a fazia sentir-se viva.

Era esperado sentir nervosismo e algum medo, ou que até se fosse arrepender e voltar atrás minutos mais tarde. Encontrava-se serena e decidida. Pegou nas chaves de casa, foi automático. Fechou a porta sem olhar uma última vez para o que iria deixar de agora em diante. Sabia que não se iria arrepender.

Não sabia bem como iria ser a sua vida, só sabia que queria muito fazer aquilo.

Estava a abandonar tudo em busca da tão desejada felicidade.


11 comentários:

filipa disse...

A frase dos radiohead resume tudo !

Rita da Maçaroca disse...

Gostei :)

rafaela, disse...

Não é bem issso xD
adorei :$ e concordo com a filipa, aquela frase diz tudo .

Isabel disse...

Isso é óptimo :)

Annie disse...

também não gosto muito das aulas de e.f. :P

silenciodosegredo disse...

Gostei $:

Laila disse...

ai silvana esse texto revela tão bem o que se passa no teu subconscienteee xD

não te esqueças dos meus dotes de psicóloga hahahah

mas ta muito giro o texto, sabes que adoro a tua escrita.

beijinho

Alexandra Leite disse...

Adorei o texto :)

- loïcsilva. disse...

lindo texto :)

Menta Pimenta disse...

Me descreveu nesse momento.

Menta Pimenta disse...

Me descreveu nesse momento.