29 janeiro 2010

Corrói-me a alma.

Oiço vozes vindas de outrora, vejo nuvens de fogo em pedaços de chuva pesada.

As excessivas dores roem-me os sentidos. Há sempre um bocado de frio que me congela o coração. Voltei a ver aquela entediante escuridão…deixei de sentir o calor e a firmeza.

Aquelas imagens que desvendavam algo promissor quebram-se agora.

O espelho que anteriormente me mostrava perfeitas imagens racha-se por completo, divide-se em múltiplas inseguranças que conduzem a um medo excessivo.

Coisas demasiado corrompidas, vincadas na destrutível mágoa…em todo aquele estéril sofrimento…coisas que me abalam por dentro.

Os pensamentos vagueiam, solitários e moribundos, andam por esta alma fora…cheios de dúvidas e insatisfações por compreender.

Acendem-se os cigarros da dolência, sentem-se os aguçados vendavais do tumultuar da nervosa vontade de me erguer…as pernas balanceiam, a escuridão da madrugada aflita cega-me a visão, o guinchar das incertezas fere-me os ouvidos…perco-me assim dentro de mim mesma…sou um matreiro labirinto, sou um castigado numa prisão…sou um marinheiro perdido em alto-mar…

sou um animal enjaulado no seu próprio ser.

26 comentários:

Nêss. disse...

Este blog está tao perfeito :| A foto, a musica, e claro, os textos *.*

Richard J. disse...

Os teus textos não são palavras. São sentimentos, emoções. São alma. Parabéns, continua com esse fantástico blog, Sininho.

"Sometimes we have to cry, others we are shy, but, fur sure, always, we'll have each other thoughts, when we die."

Kiss, RJ

Rita da Maçaroca disse...

Concordo ali com Nêss :D
o blog esta demais com o layout e textos :)
Continua assim, que irei estar por perto ;)

Beijocas

inês chaplin disse...

o texto está fantástico.

Migas disse...

Não vou dizer que o texto está muito bom para não me estar sempre a repetir xD

Davie disse...

É caso para dizer, Liberta-te.
Que texto.

Catarina disse...

meu amor :)

ti em mim disse...

obrigado =)

annie disse...

o texto está espantoso *-*

isobel disse...

acho que a maioria das pessoas, que sentem saudades, fazem isso.
gostei muito do teu blog *

Rute disse...

são loucos nao sao? :D
ja nao passo por aqui há eternidades! :s

Rute disse...

e o que eu ando a perder! que maravilha de palavras Silvana! *

Poppins disse...

Também vou seguir! *

- Jezebel disse...

nem mais, nem menos ;p
sabe mesmo bem :D

Rosa Negra disse...

Gostei do teu blog :)

Vou passar a visita-lo mais vezes :)

isobel disse...

o coração, não é capaz de estar calado!
ele quer sempre falar, deitar tudo cá para fora *
também te vou seguir (':

um beijinho grande *

m-Jo disse...

fantástico :)
um beijinho*

m-Jo disse...

muito, mas muito obrigada :)
adorei os textos :)

isobel disse...

quando a alma se quer matar, o melhor é mesmo é falar, ou chorar.

um beijinho enorme *

A Magia da Noite disse...

é preciso quebrar essas amarras e libertar a alma num voo sob o azul dos céus.

Maggie's Farm disse...

Pois eu também não, não consigo não acreditar que seja tudo uma ficção mas ao mesmo tempo não consigo acreditar que Deus seja mais do que um mero sonhador e por vezes até passa a barreira do inimaginável. é tão confuso que as vezes perco-me com este assunto.

"sou um matreiro labirinto, sou um castigado numa prisão…sou um marinheiro perdido em alto-mar…
sou um animal enjaulado no seu próprio ser" parece que estás a falar de mim :D

LitZine disse...

Olá!

Encontrámos o teu blogue e, pelo que vimos, és o tipo de pessoa que procuramos.

Temos um fórum de discussão e uma webzine literária online: são espaços abertos à discussão saudável sobre livros, escrita, por aí…
Achamos que também tens algo a dizer.

Deixamos-te os links, passa por lá, deixa a tua marca e passa a mensagem!

http://lit-zine.blogspot.com – webzine literária

http://topfreeforum.com/litzineforum - fórum de discussão

Obrigada :)

filipa disse...

está fantástico querida :)

Alessanda disse...

excelente, adorei *.*
cada palavra transmite uma emoção, palavras certas para tudo.

A Magia da Noite disse...

nesse tumultuo, levo-te o espírito para lá do mar, onde se afogam as mágoas e os sorrisos voltam a despertar.

Alexandra Fernandes disse...

Parabéns pelo teu blogue. Votarei em ti. Boa sorte para o SBA :)